Nós entendemos você — e seus anúncios

As pessoas utilizam o Spotify em qualquer momento do dia para descobrir novas formas de melhorar suas vidas. Tanto nossas experiências de conteúdo personalizadas (como "Descobertas da Semana" e “Daily Mix”), como playlists próprias do Spotify (como "Corra Numa Boa" e "RAPública"), promovem engajamento com os usuários.

Pensando nisso, resolvemos investigar se tal engajamento com o conteúdo do Spotify impacta o envolvimento dos usuários com os anúncios publicitários veiculados no aplicativo – e como esse comportamento pode ser comparado com os principais concorrentes. Para responder à questão, contratamos a divisão de neurociência do consumidor da Nielsen (Nielsen Consumer Neuroscience), com a qual desenvolvemos uma pesquisa customizada.

A Nielsen empregou testes biométricos e de EEG (eletroencefalografia) para medir respostas inconscientes a estímulos - particularmente música e anúncios publicitários no Spotify e em outras plataformas.

O Dr. Carl Marci, da Nielsen, explica como podemos usar a ciência para medir os sentimentos das pessoas. "As ferramentas de neurociência do consumidor foram desenvolvidas para obter grande granularidade, a um nível de dados de segundo a segundo", ele diz. "Você obtém milhares de pontos de dados a cada segundo, que acabam por proporcionar ótimos insights sobre o subconsciente e as reações intuitivas dos participantes".

Além desses processos super científicos, também nos sentamos e conversamos cara a cara com alguns consumidores. Depois de medir suas reações, organizamos grupos de foco para poder contextualizar os dados coletados e obter uma visão abrangente sobre como eles reagiam à publicidade e por quê.

Atenção, aí vem um spoiler: O ambiente do Spotify incrementou o envolvimento emocional e a intenção de compra em comparação à concorrência. Observamos um aumento significativo no envolvimento emocional e na intenção de compra enquanto as pessoas utilizavam o Spotify.

  • O Spotify estimula o envolvimento emocional com publicidade, muito mais do que a concorrência (+15% áudio, +14% vídeo).
  • É 18% mais provável que as pessoas relatem intenção de compra após assistir a um anúncio de vídeo no Spotify em comparação a outras plataformas de entretenimento concorrentes.

O engajamento emocional observado com a música no Spotify é refletido também na publicidade, gerando bons resultados para as marcas.